25 atividades em Família (Advento)

Atualizado: 2 de Dez de 2019

O Natal está a chegar e independente de qualquer religião, acreditamos que este é um momento de grande ENERGIA, uma oportunidade para estar em família, resgatar bons hábitos e recriar rotinas.


Por isso deixamos abaixo uma sugestão de 25 pequenas atitudes diárias para diversão em equipa!


Quem topar o desafio pode fazer o download no nosso calendário personalizado ou acompanhar de forma online lá no nosso Instagram. Todo dia uma nova atividade e muitas dicas para criar momentos em família.


Prontos?


Dia 1

Reunir a família para decorar a casa!

O Natal é uma celebração cristã e a tradição em alguns países é iniciar os preparativos no primeiro dia do Advento (4 domingos antes do dia 25 de dezembro), que este ano é no dia 01 de dezembro. Mas isto não é um regra e cada família pode aproveitar este momento consoante a sua própria tradição. Inclua na decoração objetos artesanais, podem ser de material reciclado, isto tem um valor ainda mais especial.

Dia 2

Fazer um desenho que represente algo especial que aconteceu neste ano, como forma de reflexão e agradecimento.

O desenho tem grande importância no desenvolvimento infantil, pelo que deve ser incentivado e proporcionado. Ofereça materiais diversos: papéis coloridos e de diferentes tamanhos e texturas, lápis de cera, lápis de cor, canetas, tintas e pincéis. Cada material proporciona um desenho diferente. Quanto maior a variedade, mais experiências. Para os mais pequenos, permita o desenho livre. Para os que já conseguem expressar pela fala, peça que desenhe um momento que foi marcante, algo ou alguém que lhe é importante, e reflitam juntos.

Dia 3

Escolher brinquedos para oferecer a outros meninos. Há algumas associações que apoiam essas causas. Convide os miúdos a fazerem eles próprios uma seleção dos brinquedos que já não usam ou que têm em demasia, explicando-lhes que com esse gesto vão poder fazer felizes outros meninos e meninas que não têm com o que brincar. Ensinar aos seus filhos a importância da partilha é incutir-lhes um valor que deverão levar consigo para o resto da vida.



Dia 4

Fazer um marcador de livros com um poeminha ou frase.

A arte é uma forma de expressão do inconsciente e traz imensos benefícios para qualquer pessoa, de qualquer idade.


Dia 5

Ler uma história debaixo da árvore ou ao pé da lareira. Se possível apanhem o livro na Biblioteca da vossa cidade.

Nos primeiros anos de vida, especialmente de zero a seis anos, há mudanças decisivas na formação intelectual e emocional e, por isso, ouvir histórias durante esta fase é fundamental para desenvolver várias habilidades. O raciocínio, a formação de opinião e o aumento do conhecimento sobre o mundo são algumas delas. Aproveite para criar um hábito, caso ainda não o tenha.


Dia 6

Escrever uma carta a um amigo, colega ou vizinho. Vamos lembrar como era antes da Internet!

Segundo estudos, pegar numa caneta e escrever um pequeno bilhete traz muitos benefícios: desenvolvimento cognitivo (criam memórias, aumentam a atividade cerebral), bem estar (ativa o lado emocional, reduz o stress), criatividade (exige uma concentração maior do que escrever em um meio digital).



Dia 7

Plantar uma árvore ou plantinha como símbolo de esperança.

Todo o processo de plantar é divertido e educativo. Uma varanda, as janelas do quarto ou da sala ou simplesmente a cozinha é todo o espaço de que necessita para deitar mãos à obra e começar a jardinar.


Dia 8

Hoje é dia de panquecas para o pequeno almoço!

Doces ou salgadas, abertas ou enroladas, com recheio ou com molhos, o importante é transformar isto em um delicioso momento de convívio familiar. Não há dieta, nem regras, apenas diversão.



Dia 9

Fazer bilhetinhos carinhosos para a família e espalhar pela casa para surpreendê-los. Pode ser um poema, uma frase, uma palavra, um desenho, um elogio.


Dia 10

Fazer uma lista de desejos, especialmente aqueles que não se compram. Incentivar os sonhos que podem ser realizações, sem materialismo, as crianças sabem como fazer isso.


Dia 11

Fazer chocolate quente com marshmallows e sentarem-se debaixo de uma mantinha a ver desenhos animados, todos juntos. Nesta altura há imensas opções no Netflix, para famílias e no tema natalício.


Dia 12

Escolher (ou fazer!) presentes para oferecer aos educadores e professores.

Para aqueles que não vão a tempo ou lhes falta algum talento artístico, sempre podem incentivar o trabalho daqueles que vivem do artesanato. Recomendamos buscar produtos e serviços no Instagram com a hashtag #compredeumamaeempt


Dia 13

Fazer os vossos próprios postais de Natal e enviar para toda a família. Podem ser feitos com fotografias e também podem ser eletrônicos, se preferirem.


Dia 14

Apreciar a decoração de natal da cidade. Uma volta pelos sítios decorados, a observar a iluminação das ruas, deixar-se levar pela imaginação e pela magia, é grátis. Mas há também as vilas de Natal, em todo país, com imensas atividades para todas as idades. Destacamos o Wonderland Lisboa, Christmas Village Cascais, Óbidos Vila Natal, Leiria Cidade Natal, Porto Christmas Village. Este ano há ainda a estréia do maior parque temático de Natal da Europa, em Oeiras, a Capital do Natal.

Dia 15

Preparar uma receita especial, que possa ser partilhada com amigos, família, vizinhos. Sugestão: Bolo da Partilha. Inicia-se o ritual a preparar um frasco com todos os ingredientes secos do bolo, então coloca-se a etiqueta com a receita no frasco e acrescenta a sua etiqueta com uma dedicatória especial. Ofereça o bolo a alguém querido, que por sua vez deverá dar seguimento ao ritual.


Dia 16

Ver fotografias de anos anteriores.

Recordar é viver! A fotografia impressa é o documento que conta a história da vossa família e as crianças adoram.


Dia 17

Fazer uma entrevista com os filhos e registar em vídeo. Perguntar sobre as preferências deles. No futuro isso será uma memória valiosa para toda a família. Podes gravar essas imagens mesmo com o telemóvel, a dica é utilizar o aparelho na horizontal para que os vídeos sejam acessíveis em outros dispositivos, como a televisão.


Dia 18

Pesquisar outros tipos de culturas natalícias, descubram juntos as diferentes formas de celebrar essa data no mundo. Sabias por exemplo que na Espanha e na Itália só se abrem os presentes no dia 06 de janeiro? Nos países escandinavos as comemorações iniciam-se a 13 de dezembro, no dia de Santa Luzia. Enquanto no México o jogo da piñata tem presença obrigatória nas festas, no Brasil há o “amigo secreto”.


Dia 19

Fazer o Pote da Gratidão. Escolha um recipiente qualquer, pode ser um pote de vidro reaproveitado, e decore com quiser. Tenha sempre um bloco de papel e uma caneta ao lado do vosso pote e todos os dias escreva um agradecimento e meta-o no jarro. Esses papeis serão lembretes das coisas boas, em especial nos momentos difíceis.


Dia 20

Fazer uma Playlist e depois dançar a vossa maneira. Este é momento para explorar os gostos musicais de toda família, dar abertura a diversidade e apenas curtir o momento. Dance como se ninguém estivesse vendo!


Dia 21

Dormir na sala com as crianças, ao pé da árvore de Natal ou da lareira, em uma grande cama no chão ou até mesmo em uma tenda de lençóis.


Dia 22

Fazer prendas originais, à mão, para oferecer aos familiares ou amigos. Não esquecer miminhos especiais também para os animais lá de casa: cães, gatos e tartarugas também merecem.


Dia 23

Telefonar para um parente ou amigo distante desejando boas festas. Surpreenda alguém que há muito tempo não falam, podem ensaiar algo para falarem em conjunto se a criança for pequena. Nem que seja um beijinho especial.


Dia 24

Fazer bolachas decoradas. Os biscoitos de gengibre (Gingerman) são tradicionais no Natal, mas aqui também fica aberto ao gosto e a imaginação de cada família.


Dia 25

Aproveitar o dia em família e fazer muitos registos para recordar nos próximos Natais!


A felicidade começa nas pequenas atitudes!


170 visualizações
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Pinterest Icon
  • Black Vimeo Icon

+351 939 363 695

imagine love photo

Say hello: